11 de jun de 2012


"Amar não dá poder, é o despoder.
Ensina a generosidade, a vontade de se diminuir 
para que o amor aumente.
Amar é ceder o gosto, a vida, o futuro.
É oferecer a metade da gaveta, da cama, da luz,
do banho, da mesa, da folha.
É oferecer o que ainda nem se chegou a conhecer!..."

(Fabrício Carpinejar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário