3 de mar de 2012

Persistência


Aprendendo mais um pouco.

Eu gostioooo... rs

PERSISTÊNCIA
A vida tem meios de premiar, o que a princípio não são nada convencionais. 
Às vezes parece que antes que alguém consiga alcançar um objetivo definido nesta vida, 
normalmente esta pessoa é testada na sua persistência, ou seja, 
no quanto ela é capaz de suportar e superar a “bendita” palavra Não.
Como uma palavra tão pequena pode ser dotada de tão grande poder? 
As pessoas ficam paralisadas, inseguras, e até mesmo com certo pavor. 
Tudo por medo de receberem um Não.
Talvez se você parar e analisar os momentos em que não conseguiu avançar, 
conquistar novos patamares, assim como, uma promoção no trabalho,
 montar um negócio próprio, um novo emprego, realizar um sonho, em fim, 
após uma análise veremos que o fator impeditivo foi o medo do fracasso, 
o medo da pequenina palavra Não.
Uma coisa que tenho percebido, é que as pessoas de notável sucesso 
se relacionam com o Não de uma maneira muito diferente que a grande massa, 
elas costumam “sorrir” para o Não.
O autor do livro “O vento levou” teve o seu livro rejeitado 32 vezes, 
até que a editora de número 33 aceitou o livro e no mesmo ano já era 
campeão em vendas, e em seguida virou filme, que ganhou de 8 a 11 Oscar; 
O autor do livro Harrry Porter teve o seu livro rejeitado 12 vezes 
e a editora de numero 13 aceitou o livro; 
Sylvester Stallone foi rejeitado 1.000 vezes até cumprir 
seu objetivo de interpretar Rocky - Um lutador;
 Thomas Edison somente conseguiu manter a lâmpada acesa após 10.000 tentativas. 
Estas pessoas não estavam interessadas na palavra Não, estavam procurando o sim.
E a pergunta é; quantos Nãos você é capaz de agüentar até encontrar o sim?
Pessoas desprovidas de uma imunidade ao Não estão constantemente 
focadas nos obstáculos e dificuldades, elas não realizam 
porque em sua mente estão sempre imaginando o “fracasso”.
Diante de um objetivo, o quê você tem pensado? 
Fica imaginando o quê? 
Qual é realmente a sua expectativa interna, mesmo diante das circunstâncias, 
adversidades e situações aparentemente desfavoráveis?
“Nossas dúvida são traidoras, e nos fazem perder o bem que 
sempre poderíamos ganhar, por medo de tentar”
(William Shakespeare)

Allyson R. Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário