16 de fev de 2011

Você já abraçou alguém hoje?



"A emoção do abraço tem um poder inigualável.
É a proximidade do outro, em um ato de dar e receber afeto.
O abraço afeta positivamente o cérebro,
pois é a prática do amor tocável.
Ele produz endorfina (hormônio da felicidade), e o abraço
pode até, em alguns casos, substituir remédios.
De acordo com a literatura de Kathleen Keating -
A Terapia do Abraço - o abraço dado regularmente,
prolonga a vida, sara depressão e estimula a vontade de viver,
crescer e progredir. Por dia, uma pessoa precisa de
4 abraços para sobreviver, 8 abraços para manter-se viva
e 12 abraços para prosperar."

(Leila Romero in:Afetividade. Ed. Shekinah. pag.36,37)

Nenhum comentário:

Postar um comentário